Banner

Dia Mundial da População

Por: Mafalda Galveia

Dia marcado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1989, faz referência ao dia em que a população mundial atingiu os 5 mil milhões de pessoas, dois anos antes desta celebração. Atualmente, a população mundial ronda os 7,6 mil milhões de pessoas, distribuídos por 197 países. No século passado, o ritmo de crescimento era inferior, o que leva a ONU a pensar que a população mundial pode atingir os 10 mil milhões de pessoas em 2055.

Como explicar este rápido crescimento da população mundial? De maneira geral, o crescimento populacional manteve-se sempre baixo – parte da população morria em idades precoces devido às epidemias, às doenças, à fome e às guerras. No século XIX e primeiras décadas do século XX, o crescimento populacional intensificou-se devido ao declínio da mortalidade e manutenção da natalidade em patamares elevados. Esta alteração evidenciou-se nos países que sofreram revolução industrial: melhoraram-se as condições higiénicas e sanitárias, ampliou-se a rede de esgotos e água tratada, pavimentaram-se ruas e avenidas e houve expansão e melhoria dos serviços de saúde.

Dia 11 de julho é um marco importante que nos leva a refletir sobre a importância das questões populacionais: o tamanho do nosso planeta é o mesmo, mas o rápido crescimento da população está a tornar os recursos cada vez mais escassos. O objetivo deste dia é alertar para as questões do planeamento e desenvolvimento populacional – muita gente não tem acesso a cuidados de saúde. Outro problema é a escassez de alimentos: há uma distribuição desequilibrada (abundância nos países desenvolvidos e escassez nos que estão em desenvolvimento). A poluição, as epidemias e o uso de contracetivos são outros temas relacionados e abordados pela ONU nesta data.

O avanço na educação e o facto das mulheres terem sido incluídas na mesma levou à queda dos nascimentos, principalmente nos países em desenvolvimento. A presença cada vez mais maciça da tecnologia da informação e as mudanças culturais ligadas à urbanização e modernização podem vir a alterar o ritmo da explosão populacional global. Praticamente todos os países desenvolvidos já estão abaixo do nível necessário para repor a população a longo prazo e os países em desenvolvimento estão a ir pelo mesmo caminho com estes avanços na sociedade.

The following two tabs change content below.
AEFFUL

AEFFUL