Dia Mundial da Saúde Mental

Por: Mafalda Galveia

 

O que é a Saúde Mental?

É a base do bem estar geral, como se costuma dizer: “mente sã em corpo são”. Numa vertente mais científica, é um termo usado para descrever o nível de qualidade cognitiva ou emocional, ou a ausência de uma doença mental.

Porque se fala em Saúde Mental?

É importante falarmos sobre o dia a dia, a convivência, e sustentar as contradições humanas da maneira como elas aparecem: sem aviso prévio e sem compreensão imediata. É respeitar as histórias de cada um e, acima de tudo, acolher em vez de excluir, principalmente nos dias de hoje quando grupos de pessoas semelhantes “se fecham”.

Assim, ao considerarmos a Saúde Mental, estamos a falar de:

  • Adaptação a novas circunstâncias de vida/mudanças;
  • Superação de crises e resolução de perdas afetivas/conflitos emocionais;
  • Capacidade de reconhecer limites e sinais de mal-estar;
  • Sentido crítico e de realidade mas também humor, criatividade e capacidade de sonhar;
  • Relações satisfatórias com outros membros da comunidade;
  • Projetos de vida e descobrir um sentido para a vida.

 

 

 

 

O que pode fazer falhar a Saúde Mental?

Para a redução da qualidade da Saúde Mental concorrem motivos pessoais, circunstanciais e constitucionais: há pessoas mais vulneráveis emocionalmente a acontecimentos de vida adversos, como há pessoas mais suscetíveis à exposição ao sol do que outras.

Quais são os problemas de Saúde Mental mais frequentes?

  • Ansiedade;
  • Mal-estar psicológico ou stress continuado;
  • Depressão;
  • Dependência de álcool e outras drogas;
  • Perturbações psicóticas (esquizofrenia);
  • Atraso mental;
  • Demências.

 

 

 

 

 

Como é considerada uma boa integração das pessoas com doença mental?

As pessoas com problemas de Saúde Mental não devem ser excluídas da sociedade e devem ser criadas mais oportunidades no mundo do trabalho para pessoas portadoras destas doenças. O envolvimento das famílias nos cuidados e na reabilitação destas pessoas é reconhecido como factor chave no sucesso do tratamento.

Finalmente, o que fazer para manter a Saúde Mental?

  • Não nos isolarmos;
  • Reforçarmos laços familiares e de amizade;
  • Diversificarmos os nossos interesses;
  • Mantermo-nos intelectual e fisicamente ativos;
  • Consultarmos o médico perante sinais ou sintomas de perturbação emocional.